Tocar um instrumento te deixa mais inteligente?


Hoje vamos desmistificar um tema muito interessante a respeito do efeito do aprendizado de um instrumento musical em nosso cérebro.

Por muito tempo foi dito que aprender a tocar um instrumento musical pode fazer aumentar a inteligência das pessoas.

Mas será que isso é totalmente verdade? Ou é apenas mais um mito da sociedade?

São essas perguntas que vamos responder nesse artigo, então leia até o final para tirar suas dúvidas e ficar bem informado a respeito desse assunto.

O efeito da música no cérebro

Não dá para negar, a música é um incrível estimulante para o nosso corpo. Tente ouvir uma música alegre da sua banda ou cantor favorito e manter todos os músculos sem fazer um único movimento.

É muito provável que você vá mexer, no mínimo, os pés acompanhando o ritmo da música.

E ainda que você seja muito resistente, é impossível conter os movimentos no cérebro, disparados por uma cadeia de sinais eletroquímicos que atingem o córtex auditivo.

Essa cadeia de sinais faz com que todas as áreas do cérebro conversem entre si para analisar o volume, o timbre, o tom, o ritmo a ressonância e diversos outros aspectos da música.

Além disso, outras áreas importantes do cérebro são ativadas, que são as responsáveis pela memória, emoção, movimento e atenção.

Existem diversos estudos que comprovam que a música tem vários efeitos positivos no cérebro, inclusive com a liberação de dopamina que também é conhecido como hormônio do prazer. Veja mais detalhes neste link.

Então se somente ouvir música faz tanto movimento no cérebro, o que será que acontece quando aprendemos a tocar um instrumento?

Benefícios de aprender a tocar um instrumento

São inúmeros os benefícios envolvidos, vamos listar alguns dos mais importantes que já foram comprovados por estudo científico.

1. Ativa várias áreas do cérebro simultaneamente

Tocar exige prestar atenção e executar várias coisas, desde a coordenação motora para a execução dos movimentos, até estar atendo aos detalhes de quais as notas estão sendo tocadas, o ritmo a afinação e muitos outros aspectos.

Isso coloca o seu cérebro em movimento total e é um ótimo combustível para manter a mente ativa.

2. Aumenta sua capacidade de memorização

A nossa memória pode ser treinada para ser melhor e poucas atividades faz isso tão bem quanto a música.

Lembrar da letra das músicas, das notas e dos acordes acaba sendo uma tarefa bem divertida que é feita automaticamente por quem toca.

Isso ajuda a manter problemas de memória longe por mais tempo.

3. Aumenta a sua capacidade de perseverança

Cada instrumento musical tem os seus desafios, por exemplo, aprender a tocar violão exige uma coordenação dos dedos da mão direita e da esquerda, enquanto uma mão se preocupa com os acordes, a outra faz a harmonia.

A bateria, por exemplo, exige mais condicionamento para manter o ritmo e tem suas dificuldades.

Esses desafios iniciais são muito complicados de romper no início, mas a música tem uma paixão tão forte que ela nos ajuda a passar por esses obstáculos sem a gente perceber. E esse aprendizado é útil para todas as outras áreas da nossa vida.

Conclusão

Aumentar a inteligência propriamente dito não é comprovado que a música faz no cérebro. Veja esse estudo da publicado pela Universidade de Harvard.

Mas todos os outros benefícios contribuem sim para manter o cérebro ativo e nos auxilia em diversos aspectos de nossa vida.

Além de ser muito divertido, vale a pena investir tempo para aprender a tocar um instrumento musical. Não pela inteligência, mas por todo o resto que está em jogo.

E você, qual a sua opinião sobre o assunto? Deixe nos comentários o que você acha a respeito disso e não esqueça de compartilhar com seus amigos nas redes sociais.